Selecionados projetos de comunidades inscritos pela SEFAC inicia campanha contra incêndios florestais

Por acreditar na viabilidade dos projetos das comunidades de Paulista [Catalão] e de Varão [Davinópolis], a SEFAC, por meio do Programa de Relacionamento com a Comunidade, inscreveu-os para o processo de seleção de projetos sociais que visam geração de renda, qualificação, direitos humanos ou meio ambiente do Programa Luz Solidária Enel, da Enel Distribuição Goiás, o qual tem por objetivo contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU [ODS] na melhoria das condições socioeconômicas.

No dia 31 de julho, saiu o resultado e soube-se que as associações de moradores das duas comunidades tiveram seus projetos selecionados.  As inscrições haviam sido feitas como um incentivo ao desenvolvimento sustentável ambiental e econômico das comunidades.

O projeto de Varão, intitulado Mel Ambiente, tem por propósito fomentar a produção de mel a partir da criação de abelhas sem ferrão nativas do Brasil, contribuindo com o aumento dessas espécies, importantes polinizadoras. O projeto proporcionará benefícios tanto econômicos para as famílias quanto para o meio ambiente. Inicialmente será desenvolvido em uma propriedade escolhida pelos moradores, que servirá como unidade demonstrativo [UD]. Estima-se que 120 pessoas sejam beneficiadas.

A associação de moradores de Paulista foi inscrita com o projeto sobre consumo e produção responsáveis: Trator Solidário, que tem como objetivo equipar o trator, que é comunitário, buscando a melhoria das condições de trabalho dos moradores, pois poderão implementar práticas sustentáveis como a prevenção de erosões e de outros impactos ambientais decorrentes da má utilização do solo. O resultado esperado é o aumento da renda das famílias o fortalecimento de laços entre vizinhos por meio da economia solidária. Estima-se que 174 pessoas sejam beneficiadas. 

 “O bom resultado no processo de seleção da empresa se deveu às boas práticas que a SEFAC desenvolve com as comunidades atendidas pela empresa. As equipes que compõem o Programa de Relacionamento com a Comunidade, as do Programa de Educação Ambiental e o de Comunicação, estão em permanente contato com as comunidades, mantendo diagnósticos atualizados que detectam as necessidades de cada local. Isso posto, só temos de comemorar”.

Saber como evitar incêndios, principalmente em períodos de seca é crucial para a manutenção da biodiversidade do Cerrado. Considerando a importância do tema, a Serra do Facão Energia iniciou em julho a campanha de prevenção contra incêndios. Pelo terceiro ano consecutivo, foi realizada a blitz educativa, este ano atuando em dois locais.

As blitze, mais uma vez contando com a parceria da Polícia Rodoviária Estadual, aconteceram no trevo entre Pires Belo e Santo Antônio e no trevo entre as cidades de Ipameri e Campo Alegre de Goiás, aumentando a abrangência do público a ser informado sobre os perigos das queimadas irregulares, uma das importantes causadoras dos incêndios. 

Para que a atividade fosse bem-sucedida, as equipes da SEFAC se dividiram: a de gestão patrimonial esteve em Pires Belo, e a de educação ambiental, em Campo Alegre. No total, aproximadamente 250 carros foram abordados e seus condutores e caronas receberam o folder sobre prevenção à incêndios, produzido pela SEFAC, como também puderam tirar dúvidas. 

A campanha da Serra do Facão Energia para prevenção a incêndios será continuada até o mês de setembro. Este ano também se estenderá às comunidades atingidas com foco nos condomínios que estão se formando nesses locais.

As ações de prevenção são de extrema importância, elas podem evitar grandes transtornos e sérios prejuízos ambientais, por isso a SEFAC orienta a todos que trafegam pelas rodovias e estradas vicinais para que, caso visualizem algum foco de incêndio entrem imediatamente em contato com o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193. 

É importante lembrar que queimada em APPs da Serra do Facão Energia é considerado crime ambiental.



Post Author: Admin Geral