Para incrementar o acervo da biblioteca da Escola Nilza Ayres Pires, a SEFAC faz significativa doação de livros

Segundo a gestora do Programa de Relacionamento com a Comunidade da SEFAC, Christiane Frezza, “a expectativa da empresa é prover os professores com mais alternativas para estimular o hábito da leitura em seus alunos, procurando conhecer o estilo que mais agrada a cada um,
proporcionando na biblioteca um ambiente estimulante onde eles possam apreender e desenvolver a concentração, a criatividade, o senso crítico e o diálogo”.

Os 425 alunos da Escola Municipal Nilza Ayres, de Catalão, receberão uma biblioteca repleta de livros quando as aulas retornarem após o período de restrições devido à Covid19. Isso porque a SEFAC doou 262 novos títulos, indicados pelo corpo docente, que atenderão tanto à educação infantil como ao ensino fundamental no dia 27 de maio.
A leitura é capaz de transformar a vida de uma pessoa. É um processo que deve ser incentivado desde cedo, em casa e aperfeiçoado na escola, continuando pela vida afora. A orientação e o fomento à leitura nessas faixas etárias exercem um papel decisivo na formação do indivíduo.


“Essa importante doação amplia consideravelmente o acervo da nossa biblioteca com a variedade de títulos que têm qualidade literária. A leitura faz parte da prática pedagógica da escola, e agora o ato de ler se tornará mais prazeroso, despertando mais interesse por parte das crianças e professores. A sala de leitura será ampliada, oferecendo mais conforto aos alunos, que terão a seu dispor obras importantes da literatura brasileira”, declarou Maria Regina Honório, diretora da escola.


Em qualquer fase da vida deve-se estimular o gosto pela leitura. Nas séries iniciais do ensino é ainda mais importante esse incentivo. Nesse estágio, as crianças estão começando a aprimorar sua curiosidade, o interesse por coisas novas; estão começando a processar organizadamente as informações. Os livros se encaixam perfeitamente nesse lugar, onde um mundo de possibilidades se abre, com diferentes linguagens e diversidade cultural, aventuras e fantasias.


Daí a importância dessa doação feita pela SEFAC: uma contribuição de peso para a formação de leitores.

Da esqueda para a direita: Eliane Canedo, representante da Secretaria Municipal de Educação, Christiane Frezza e Maria Regina Honório

Post Author: editor