Funcionários da UHE Serra do Facão são testados para detecção de infecção ou imunidade em relação ao novo coronavírus

Para que a UHE Serra do Facão continue gerando energia durante a pandemia do novo coronavírus, já que se trata de serviço essencial, conforme Decreto do Ministério de Minas e Energia, publicado no dia 29 de abril, a empresa Serra do Facão Energia segue protocolos de segurança quanto ao monitoramento do contágio da Covid-19. Um deles é a testagem dos funcionários da Usina, cuja periodicidade será a cada 21 dias até que ocorra o fim da epidemia no Brasil.
Após análise dos métodos disponíveis – teste rápido, PCR e teste por sorologia IgG e IgM -, optou-se por este último, feito a partir do sétimo ao décimo dia do início dos sintomas, que detecta anticorpos que se formam no sangue após uma infecção ou contato com o vírus SARSCoV-2.

A primeira testagem ocorreu no dia 21 de maio pelo laboratório Sabin, sendo que não houve casos de IgG e/ou IgM reagentes.

Saiba sobre o teste sorológico:

Sorologia é o termo usado para definir os exames que identificam a presença de determinados anticorpos no nosso sangue. Os mais comuns são os exames sorológicos denominados IgG (imunoglobulina G) e IgM (imunoglobulina M).
O IgM reagente pode indicar que o indivíduo está com uma infecção recente.
O IgM não ragente pode indicar que o indivíduo não foi infectado pelo vírus ou o indivíduo foi infectado, mas ainda não tem anticorpos detectáveis pelos testes laboratoriais (não reatividade momentânea).
O IgG reagente pode indicar que o indivíduo não tem mais a infecção ou que o indivíduo está, provavelmente, imune.
O IgG não ragente pode indicar que o indivíduo não foi infectado pelo vírus ou o indivíduo teve recentemente a infecção e, provavelmente, esse anticorpo ainda não está presente.
Os exames de anticorpos envolvem a análise de uma amostra (geralmente sangue, soro ou plasma) para mostrar a presença de um anticorpo (exame qualitativo) ou para medir a quantidade de um anticorpo (exame quantitativo). Anticorpos são produzidos pelo sistema imunológico. São proteínas (imunoglobulinas) que protegem as pessoas contra invasores
microscópicos como vírus, bactérias, substâncias químicas e toxinas.


Fontes:
https://www.analysislaboratorio.com.br/anticorpos-contra-coronavirus/
https://www.bio.fiocruz.br/index.php/br/noticias/1739-o-que-e-igg-e-igm

Post Author: editor